Amitriptilina Emagrece

Amitriptilina Emagrece

Descubra neste artigo se realmente Amitriptilina emagrece…


Amitriptilina Emagrece Amitriptilina EmagrecePara emagrecer muitas pessoas
recorrem aos métodos mais rápidos, e mais perigosos, com a venda absurda de medicamentos usados para diversas patologias e receitados por médicos sem nenhuma preocupação com a saúde dos seus pacientes fica fácil comprar esses medicamentos.

Varias pessoas relatam que depois que fizeram uso dessas substancias tiveram vários efeitos colaterais e não obtiveram os resultados esperados, por isso comprar um medicamento sem saber dos seus ricos é loucura e um absurdo.

É o caso Amitriptilina um antidrepessivo que não é indicado para o emagrecimento.

O que é a Amitriptilina?

Pesquisas apontam que quase 20 % da população sofrem ou já sofreu de depressão, um mal que acomete pessoas de vários níveis sociais, raça credo e filosofias, com a crescente procura por esses medicamentos até mesmo sem indicação as pessoas têm duvidas se eles realmente emagrecem?

Segundo estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o país em desenvolvimento com maior número de pessoas que sofrem de depressão. No país 18,4% da população teve ao menos um episódio de depressão durante a vida. O valor é superior à média dos países desenvolvidos, de 14,6%. Entre os países em desenvolvimento a média ficou em 11,1%. Para a pesquisa foram entrevistados 89 mil pessoas pelo mundo. No Brasil, os dados do estudo foram colhidos apenas na Grande São Paulo. (Retirado da revista eletrônica Indicador Brasil).

A Amitriptilina é um antidrepessivo usado para tratar transtornos, além de antidepressivo, a amitriptilina atua também como bloqueadora dos ataques de pânico (Transtorno do Pânico) e Transtorno de Ansiedade Generalizada.

Segundo o site do próprio fabricante a amitriptilina também possui outras indicações:

“Com o decorrer do tempo, percebeu-se que também tinha efeito no tratamento de alguns transtornos de ansiedade. Por ter uma ação levemente sedativa, às vezes é utilizada como coadjuvante no tratamento dos transtornos do sono. Possuem ainda outras indicações menos comuns, como na fibromialgia e na enurese noturna (“ xixi na cama”).

Reações adversas

Secura da boca, o que propicia o aparecimento de cáries: para contornar o problema a pessoa deve tomar pequenos e constantes goles de água e evitar comer açúcar.

Obstipação (prisão de ventre) que deve ser regulado com enriquecimento de fibras na dieta e não com laxantes.

Tonturas, zumbidos ou dores de cabeça, sedação ou mesmo prostração.

Ganho de peso rápido e aumento do apetite.

Taquicardia e crises hipertensivas.

Diminuição da libido.

Facilita o surgimento de crises convulsivas em pessoas com epilepsia.

Problemas de visão.

Sensação de cansaço e/ou fraqueza muscular.

Dormência da língua.

Movimentos involuntários dos músculos.

Sudorese excessiva

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>